quarta-feira, 2 de maio de 2012

Um dia inesquecível

            10 de julho de 2010, por volta das dez horas, estávamos eu minha irmã mais velha e dois de seus melhores amigos a caminho de Fortaleza. O primeiro lugar que fomos foi a Bienal.  Tinha tantos livros interessantes, porém os livros que mais me chamavam atenção era os que tinham gravuras, como por exemplo, o livro Pinóquio, gostava muito dessa história, pois qualquer mentira que ele falasse o nariz dele crescia, também me interessava o livro Alice No País das Maravilhas que por sua vez era cheio de surpresas, achei engraçada a parte do livro em  que Alice fala que não sabia o que era latitude e nem longitude e só tinha pronunciado porque tinha achado a palavra bonita.
 Depois fomos ao shopping foi ótimo!Era um lugar impressionante que parecia ser infinito, por ser criança não queria saber de outra coisa a não ser de comprar tudo que via pela frente e é claro,  me divertir, passamos em uma loja de brinquedos, me encantei com uma boneca, apesar de ter achado todos os brinquedos lindos gostei muito dessa, pois tinha o meu tamanho, pedi a minha irmã e então ela comprou, tudo que eu quero consigo, quer dizer quase tudo.
            Quando eu estava lá dentro parecia que o tempo não passava, mais analisando de acordo com o relógio o tempo estava passando até rápido de mais... Eu preferiria ficar ali por muito mais tempo. Chegou a hora de irmos embora, eu nunca irei esquecer, pois esse foi um dia que marcou minha história.
A.B.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário