segunda-feira, 16 de abril de 2012

A saudade

Em uma bela sexta-feira, eu acordei e vi minha mãe se desmanchando em lágrimas. Apreensiva, cheguei perto e perguntei:
- Mãe, porque a senhora está chorando?
         Ela não falava nada, continuava a chorar... Alguns minutos depois, meu irmão contou que o nosso querido avô tinha falecido. Não esperava por essa notícia e comecei a chorar sem parar, fiquei muito mal, e triste.
         Ele morreu no dia 20 de janeiro de 2010. Já fez dois anos de muita saudade, o último abraço que recebi foi um dia antes de sua morte. Fui a última, naquele dia, a saber, de seu falecimento.
Ainda sinto muita a falta dele, das nossas conversas, risadas, era uma ótima pessoa. Ele se foi, mas as lembranças vão ficar pra sempre, vivas em minha memória por toda minha vida.
 N.N.

Nenhum comentário:

Postar um comentário